domingo, 17 de abril de 2011

Pra sempre assim...

Quadrilha

Carlos Drummond de Andrade

João amava Teresa que amava Raimundo
que amava Maria que amava Joaquim que amava Lili
que não amava ninguém.
João foi para os Estados Unidos, Teresa para o convento,
Raimundo morreu de desastre, Maria ficou para tia,
Joaquim suicidou-se e Lili casou com J. Pinto Fernandes
que não tinha entrado na história.

Um comentário:

  1. Não sei ver de outra forma... É assim e será sempre, não adianta!

    ResponderExcluir